Tabus – Discutir ou não?

Ja tem muito tempo que eu não escrevo no blog. Desde o casório muita coisa aconteceu, e eu não conseguia reunir as idéias para escrever um post. Mas agora que a vida esta prestes a entrar em uma rotina o blog voltou a rondar meus pensamentos. Manter ativo ou não?

Não vou formular um enquete sobre o assunto mas vou dividir minha dúvida com vocês, quem sabe mais pessoas sentem a mesma coisa, quem sabe eu organizo melhor meus pensamentos.

Este blog é minha válvula de escape, é onde eu escrevo sobre esse projeto maluco de imigrar. Ja ri e ja chorei escrevendo posts. E encontrei pessoas que se indentificaram com a minha situação e se aproximaram de mim apesar de sermos pessoas bem diferentes. O elo de ligação é, e sempre será, o projeto maluco de imigrar.

Antes de vir eu estava meio isolada do grupo social ao qual eu pertencia. Eu não estava comprando um apartamento, eu não estava planejando filhos, eu não estudava pra concurso, eu não montava a minha própria empresa. Eu ficava na minha vidinha de sempre porque infelizmente o projeto que eu estava engajada mais dependia dos outros do que de mim mesma. E é horrível isso, é a primeira dura realidade vivida por um imigrante daqui. Ficamos muito tempo, anos esperando a nossa vida começar aqui, e a longa espera é muito desgastante, afinal somos jovens, estamos com a corda toda! Então o blog abriu a comunicação com pessoas que viviam uma realidade parecida e me apoiavam.

Agora que eu cheguei eu poderia ficar escrevendo como tudo aqui é lindo, como eu estou feliz de estar aqui, mas eu não sinto muita vontade de falar disso. Eu sinto vontade de falar o que não é dito, o que não é bem explicado e mais uma vez expor minhas inquietações. Porque isso? Por que eu acho que falar sobre as dificuldades é bem mais informativo e interessante do que ficar escrevendo sobre o meu humor variável. 

Se a minha familia e amigos acompanhassem o blog a motivação era outra. Mas quem poderia ler esse meu blog? Meus amigos da internet que ficaram e que estão se organizando para chegar ou pessoas que também querem vir e gostariam de saber mais sobre o mercado de trabalho na minha áerea.

Daí que vem o tabu. Levando e consideração todo o processo degastante que eu passei pra chegar aqui, sabendo que eu estou aqui porque eu quero estar aqui. Sabendo que estou numa cultura diferente e que eu não tenho realmente certeza do que é ou não bem tolerado aqui. Será que eu vou expor com toda a sinceridade cada parte da pílula que não é dourada pra mim?

Por um lado existe a liberdade de expressão, porque ter medo de falar? Em que século vivemos? Mas ao mesmo tempo não é de costume sair por aí apontando a verruga no nariz dos outros. Apenas dizemos coisas gerais como: ninguém é perfeito, nem todo mundo é tão bem organizado assim, no começo é dificil mesmo. Afinal, muitas vezes a verruga nem é assim tão grande pra uns quanto é pra outros. Não é só pq eu penso algo que eu vou ficar dizendo por aí.

Eis alguns assuntos de posts que eu teria muito para escrever por agora:

Gasto inicial de um imigrante – Ta certo, todo mundo tem gasto com internet, celular, aluguel, etc, gastos mensais. Mas eu não vejo muito as pessoas falando abertamente do quanto gastaram nos primeiros meses aqui. Cara, é muita grana! Ja vi gente que chegou com 15 mil dolares e no terceiro mês ja estava aplicando para ajuda social de útlimo recurso. E aí passam a viver mensalmente com um salário mínimo. E eu acho que tem muita gente que pensa que 15 mil dolares é muito, são 30 mil reais. E agora que eu to aqui eu penso, putz, não é muito! Porque não? Voilá, um post!

No Quebec se fala francês – Eu concordo! Em Chibougamau só se fala francês. Em Montréal o bilinguismo é obrigatório até pra limpar mesa de restaurante. Claro, que se vc quiser passear e falar com alguem na rua você pode escolher qual lingua utilisar. Mas se vc quer trabalhar a história é outra. Eu conheci um quebecois de uma cidade pequena que mudou pra Montréal e não achava trabalho porque ele não era bom em inglês e não tinha experiência de trabalho em Montreál. Ele me disse rindo que se sentia como um imigrante, e que achava que merecia pelo menos algum privilégio por ter nascido aqui. Bem, agora que ele ja morou em outra provincia do Canada, e ja tem trabalho fixo na áera dele, ele esta rindo. Mas pra um recém-chegado isso não é nada engraçado. Voilá, mais um post. 

E tem muita coisa: peripérsias da francisação, novelas provenientes do problema de comunicação entre vc e entre os organismos de apoio ao imigrante. Enfim, mas a gente ja sabia disso antes de vir, certo?

Sera que quem ler vai entender que eu estou falando de verrugas em rostos bonitos? Porque quando eu leio por aí alguém alertando ou dividindo alguma coisa eu leio junto um monte de frases tipo: é a minha visão, nem tudo o que eu falo aqui é 100% verdade, vá se informar melhor. Afinal, pega mal, não é mesmo? Eu posso escrever uma piada e alguém ler um profundo ensinamento. Uma vez escrito, qual é o impacto? Era seu intuito formar opiniões? Então melhor escrever junto um monte de avisos óbvios de que não nos achamos os donos da verdade. E que nem tudo escrito é preto no branco.

Oky, chega por hoje.

De qualquer forma, eu amo aqui, e é aqui que eu quero ficar. Não importa se a pilula não é dourada, não importa se existem problemas de comunicação e se em alguns momentos a realidade é mais dura do que o esperado. Importa é que eu to aqui agora.

Publicado em Uncategorized | 3 Comentários

Encontramos um Apê! E anjinhas também!

Olá queridos! Hoje estou tão feliz e relaxada. Isso porque a procura por um lugar pra ficar acabou. E este era um item do meu “para-fazer” que andava me assombrando. Vou contar o que tem acontecido.

Em janeiro do ano passado eu escrevi um post informando que o Berri Suites, era um local acessível para quem estava chegando em Montréal com filhos de 4 patas. Porém eles mudaram a política deles e não pude fazer a reserva. Começei a procurar outro lugar. Entrei em contato com o pessoal do My Studio Montréal mas eles não tinham apê disponível, e o pessoal do Montréal Meublé até tinha disponibilidade, mas pediu para que eu pagasse o valor integral da minha estadia como forma de garantir a reserva. Fiquei meio receiosa de desembolsar assim logo de cara, sem ter indicação de ninguém.

Foi aí que conversando com a Tânia minha primeira anjinha consegui a indicação do grupo do facebook Brasileiras no Québec. E eu que mal mecho no facebook fui me aventurar. OBRIGADA ANJINHA TÂNIA!!! Graças a você consegui boas indicações e fui encontrada pela anjinha Sheila. Deus abriu as portas, o apê dela fica livre 10 dias antes de chegarmos.

A Sheila conversou com o proprietário sobre os cachorros, e me explicou como era o esquema do apê. OBRIGADA ANJINHA SHEILA!!! Se não fosse você eu não confiaria em alugar um lugar definitivo à distância.

Hoje eu nem quero saber de pepino de casório, hoje vou dormir mais leve e feliz porque já tenho pra onde ir com essas bolinhas de pêlos, ah, e com o marido também!

Publicado em Viagem | 4 Comentários

Documentação dos Dogs

Quando fui ao aeroporto aproveitei a oportunidade para me informar melhor sobre a documentação dos cachorros. Fomos direto à sala do Ministério da Agricultura, que graças a Deus era a única que não estava com cartazes de greve fixados na porta fechada.

Lá pegamos os seguintes documentos para preenchermos posteriormente:

1 – Atestado Sanitário para Transito de Cães e Gatos. Este atestado deve ser preenchido pelo veterinário do seu cachorro. Nele tem informações sobre o proprietário, identificação do animal, vacinação anti-rábica e etc. Ele tem validade de 3 dias após a assinatura do veterinário. Em suma, deve-se entregar ao MA um atestado por animal junto com a respectiva carteira de vacinação. Não é necessário levar o pet para avaliação no aeroporto antes da viagem.

2- Requerimento para Ficalização de Animais de Companhia. Neste formulário se passa as informações do exportador, do importador (no nosso caso nós mesmos), informações básicas dos animais, informações sobre a origem e o destino e etc. Ele será avaliado pelo veterinário plantonista do MA. Então sugere-se que o pedido do CZI (que é solicitado neste requerimento) seja feito pelo menos 3 dias antes da viagem, de maneira que caso haja algum problema ainda dê tempo de fazer ajustes.E tb pq não tem garantia de ter veterinário a disposição todo dia. Estando tudo certo eles geram o CZI que tem validade de 10 dias corridos.

Então seguiremos o seguinte calendário:

1 de setembro (sábado) – Levar os cachorros no veterinário e preencher o atestado sanitário.

3 de setembro (segunda) – Entrar com o pedido da CZI no Ministério da Agricultura lá no aeroporto.

5 ou 6 de setembro (quarta/quinta) – Provavelmente estaremos pegando o CZI ou resolvendo alguma questão antes do feriado.

10 de setembro – Nossa viagem pro Canada.

De resto é verificar se tem alguma vacina que está perto de vencer e fazer um check-up básico.

Bem, é isso.

Abraços.

Vivi

Publicado em Cães | Publicar um comentário

A compra das passagens

Hoje compramos nossas passagens para Montréal. Mas como tudo no Brasil tem que ser complicado lá vai a minha experiência para que outros não passem pelas mesmas chatisses.

Todos já sabemos e ja reclamamos muito com relação ao preço de passagem só de ida ser maior do que comprar ida e volta, então nada de mistério aqui. Então decidimos marcar a volta para o ano que vem, no fds do casamento de uma grande amiga. A data estava disponível no site da TAM, mas na hora de carregar os vôos o site travava. Quando eu colocava outra data no mesmo mês o site carregava…

Decidi ir até o aeroporto para comprar as passagens, pois acreditava que o preço não seria tão diferente e que eu já sairia com os assentos e reservas dos cachorros confirmadas em todos os trechos. Doce ilusão. A tarifa de Brasília para Montréal ida e volta para uma pessoa na classe econômica estava 8.000,00. Juro, oito mil reais. Sendo que no site da Tam a passagem ficava por 3.100,00. A tarifa no balcão estava mais cara que a passagem na internet classe executiva. E eles também não poderiam reservar a ida dos cachorros nos trechos operados pela Air Canada. Nem preciso dizer que foi uma perda de tempo ir lá.

Só não perdi a viagem pro aeroporto pq peguei informações mais precisas sobre a viagem dos cachorros no Ministério da Agricultura, mas sobre isso eu falo em outro post.

Quando cheguei em casa fui comprar a passagem pela internet mesmo. O erro persistia no site, então comprei para outro dia mesmo e peço o reembolso ou pago a taxa de mudança de dia no ano que vem. Comprar no site da Tam foi bem rápido, mas eles não me deram a opção de marcar os assentos nos trechos da Air Canada.

Liguei na Tam e fiz a reserva dos dogs de Brasilia para SP e perguntei sobre como marcar os assentos dos trechos internacionais e a atendente me falou que eu deveria ligar na Air Canada e marca-los, e quando eu perguntei sobre o código de reserva ela me disse que era o mesmo código de reserva da TAM. Oky, primeiro erro. O código de reserva é diferente, descobri isso quando liguei pra Air Canada e não consegui resolver nada pq não tinha o bendito código.

Bem, liguei de novo na Tam, tive mais sorte com a atendente e com o código certo liguei de novo na Air Canada e consegui reservar a ida dos cachorros. Mas a atendente da Air Canada me disse que eu deveria marcar os assentos com a equipe da TAM. O máximo que ela podia fazer por mim era verificar os assentos disponíveis e me aconselhou a falar com o supervisor caso o atendente não conseguisse marcar o assento.

Liguei de novo na Tam. Gente, isso tudo foi ouvindo musiquinha, discando mil opções até conseguir falar com um atendente, tanto na Tam quanto na Air Canada. Claro que a pessoa que me atendeu na TAM não conseguia marcar o assento e tentou me explicar varias vezes porque não era possível pois não queria repassar a ligação pro tal supervisor. Quando ele resolveu passar a p*** da ligação ficamos ouvindo musiquinha por mais de 10 minutos.

O supervisor me pediu desculpas pela demora e marcou meus assentos, mas ainda bem que eu ja tinha pego os assentos disponíveis com a moça da Air Canada, pq pra ele o que era janela era corredor, o que era corredor era meio, e o meio era a janela. O posicionamento das letras no sistema dele não tinha nada a ver com o posicionamento na aeronave. Para ficarmos mais tranquilos com o que estavamos marcando entramos no site da Air Canada e procuramos o layout das aeronaves do nosso bilhete de passagem, é mole? Pois no sistema dele teve assento que a moça da air canada me disse que estava disponivel e para ele não estava….

Para finalizar pedi para que ele me passasse por e-mail o recibo do bilhete com os assentos marcados. E Graças a Deus isso ele conseguiu fazer sem grande dificuldade.

Então seguem as dicas sobre a compra de passagens com essas empresas:

1 – Não adianta ir ao aeroporto, o tempo de espera as vezes é longo e o preço pode sair completamente absurdo. E não 10% a mais como eles dizem…

2 – Insista na TAM para reservar o assento mesmo do trecho operado pela Air Canada. Peça para falar com o supervisor, e espere o supervisor ler o manual de instruções antes de te atender.

3 – Use o layout da aeronave disponível no site da Air Canada para se basear na reserva dos assentos, pois o sistema disponível pra TAM não esta de acordo com a realidade. De acordo com o supervisor os assentos que ele estava marcando eram na janela e meio, mas na realidade eram corredor e meio daqueles assentos no meio da aeronave.

4 – Se vc vai levar cachorros lembre-se: O único assento permitido para transporte de animais na TAM é na janela. Mas a Air Canada não faz distinção de assento para cachorro então mesmo que eles tentem aplicar a mesma regra na hora de reservar os assentos na Air Canada insista na disposição mais confortável para vc e pra sua família.

5 – Se vc tiver visto americano ou disponibilidade para conexões longas vá por outras companhias aéreas, a passagem fica bem mais em conta.

Bem, é isso. Estou super feliz de ter comprado as passagens, pena que nada é lindo, maravilhoso, mágico e fácil como eu sempre sonhei que seria, rs!

Abraços a todos e vamos que vamos!

Vivi

Publicado em Viagem | 1 Comentário

ELES CHEGARAM!!!!!!!!!!!

AAAAAAAAAAAAAHHHHHHH!!!! Os passaportes chegaram!!

Não da nem pra descrever a alegria que estamos sentindo. Eu ja pulei tanto! Acho que vou dormir com o envelope do consulado.

Eu estava tentando ligar essa semana pro Consulado, pra checar a mudança de endereço no sistema deles, pois no e-cas ainda está o endereço antigo. Mas ainda não tinha conseguido. Enfim, o que importa é que deu tudo certo.

Amigos, vamos nos encontrar lá! Tenho certeza!

Abraços!

Vivi

Publicado em Processo | 4 Comentários

A vida continua…

Oi Gente!!!!!

Estou sumida mas entrei aqui pra dizer que a vida continua, em ritmo acelerado mas continua. Eu fui pra Brasólia resolver meu vestido do casório e outros contratos que eu não tinha feito ainda, e voltei no sábado pra Itabirito. Estamos no processo de vender tudo, encerrar contratos e ajustar mudança. O último dia do Dani no trabalho é dia 12.

Ja vendemos muita coisa, mas ainda temos uns itens de valor esperando compradores, mas é assim mesmo. Estou muito feliz com tudo que esta acontecendo, e acredito que esse tempo sem trabalhar ajustando as coisas e revendo a família vai ser muito bem aproveitado. Só tem aquele lado ruim de ficar pensando: “Cade o passaporte? E se ele não vier, vcs pediram demissão, venderam tudo…” Mas eu calo essas angústias com a certeza de nunca ter visto nenhum visto ser negado a essa altura do processo. Agora é só uma questão de tempo mesmo.

No mais vou continuar um pouco sumida. Assim que estabelecermos uma rotina em Brasília eu volto pra contar nossos preparativos.

Abraços!

Vivi

Publicado em Geral | 1 Comentário

Rastreamento dos Exames Médicos – DHL

Gente, eu to achando tão legal acompanhar o envio dos exames médicos pela DHL. Eles são tão eficientes. Eu estava acompanhando também a entrega dos passaportes por Sedex 10, e nem se compara. Os passaportes deviam ser entregues até as 10 horas da manhã de ontem. Mas no site dos correios já eram 18 horas e nada de atualização do status. Só estava dizendo que tinham saído para entrega as 7 da manhã. Eu só vi a mudança de status quando decidi olhar mais uma vez antes de dormir. Aí finalmente estava lá que eles haviam sido entregues as 9:41. Vou colocar o quadro de rastreamento da DHL pra vocês verem. É bem legal, toda vez que entro no site tem vários registros novos.

Sexta-feira, Junho 15, 2012 Localidade Hora  
15 Liberação alfandegária finalizada em MIRABEL AIRPORT – CANADA MIRABEL AIRPORT – CANADA 08:09

 

14 Processado em MIRABEL AIRPORT – CANADA MIRABEL AIRPORT – CANADA 08:11

 

13 Leitura de chegada do envio às instalações da DHL em MIRABEL AIRPORT – CANADA MIRABEL AIRPORT – CANADA 08:04

 

12 Saiu das instalações da DHL em CINCINNATI HUB – USA CINCINNATI HUB, OH – USA 05:31

 

11 Processado em CINCINNATI HUB – USA CINCINNATI HUB, OH – USA 04:56

 

10 Leitura de chegada do envio às instalações da DHL em CINCINNATI HUB – USA CINCINNATI HUB, OH – USA 03:47

 

 
Quinta-feira, Junho 14, 2012 Localidade Hora  
9 Saiu das instalações da DHL em MIAMI GATEWAY – USA MIAMI GATEWAY, FL – USA 23:43

 

8 Processado em MIAMI GATEWAY – USA MIAMI GATEWAY, FL – USA 23:34

 

7 Leitura de chegada do envio às instalações da DHL em MIAMI GATEWAY – USA MIAMI GATEWAY, FL – USA 20:41

 

6 Saiu das instalações da DHL em SAO PAULO NORTH – BRAZIL SAO PAULO NORTH – BRAZIL 05:26

 

5 Processado em SAO PAULO NORTH – BRAZIL SAO PAULO NORTH – BRAZIL 03:20

 

4 Leitura de chegada do envio às instalações da DHL em SAO PAULO NORTH – BRAZIL SAO PAULO NORTH – BRAZIL 01:46

 

 
Quarta-feira, Junho 13, 2012 Localidade Hora  
3 Saiu das instalações da DHL em BELO HORIZONTE – BRAZIL BELO HORIZONTE – BRAZIL 22:46

 

2 Processado em BELO HORIZONTE – BRAZIL BELO HORIZONTE – BRAZIL 20:20

 

1 Envio recolhido. BELO HORIZONTE – BRAZIL 19:41

 

Publicado em Exames médicos, Pedido de Passaportes | 5 Comentários