Mudança – Mais um passo

Março será o último mês que fico na minha casa. O aluguel vence em abril e conversando com a imobiliária descobri que o tempo mínimo para renovação do contrato são seis meses.  A perspectiva de continuar guardando pouco até setembro não é muito animadora, ainda mais se tudo der certo e formos selecionados na entrevista. O meu timeline pessoal prevê a nossa ida pro Canadá em meados de julho de 2012. E eu quero guardar o máximo possível até lá.

Normalmente eu vejo as pessoas vendendo as coisas e se organizando depois de terem certeza que vão. E isso é realmente bem sensato. Mas meu caso é um pouco diferente.  Quando o Dani começou a trabalhar viajando nós já morávamos juntos. E confesso que não me adaptei a nova situação.

A idéia então é voltar a morar com a minha mãe. Guardar mais dinheiro e ainda ter uma folga a mais para investir em cursos de francês e inglês. E de quebra não ficar tão sozinha.

A um tempo atrás essa perspectiva de voltar a morar com a minha mãe me dava calafrios. Ainda mais na perspectiva de manter uma vida conjugal saudável dando bom dia pra sogra todos os dias. Mas um dia eu tomei coragem e disse todos os meus entraves para a minha mãe e tivemos uma conversa bem sincera sobre o assunto. E sinceramente, acho que vai dar certo. A minha mãe começou até a apoiar mais a minha história de ir pra fora, ela já esta começando a ver os benefícios.

Quanto a vender as coisas eu e o Dani decidimos manter o máximo possível. Pelo menos até ter tudo certo. Sabemos que não vamos conseguir um bom preço pelos móveis. Então essa ida pra Anápolis e Goiânia vai servir pra levarmos algumas coisas pro apê que a família tem lá. Enfim, vamos rezar pra caminhonete já estar 100% semana que vem.

Anúncios

Sobre frozenburguers

Estatística e Geólogo procurando seu cantinho em Quebec!
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

4 respostas a Mudança – Mais um passo

  1. Julho de 2012!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Jesuuuus! Já já vocês estarão no Canadá 🙂

    (que inveja…) rs..

    Por aqui adotamos uma política de economizar dinheiro antes mesmo da entrevista dar certo, e apesar de remota, temos em mente que podemos por algum motivo desistir da idéia de imigrar, pois nunca se sabe o dia de amanhã. Tem sido uma atitude bacana, estamos indo bem, mas confesso que o desgaste é imenso… Estar sempre apertado e com pouco dinheiro (muitas vezes sem) só para um “bem maior” em nosso futuro as vezes incomoda, mas ao mesmo tempo nos preenche de que lá na frente teremos nosso potinho de ouro, mesmo que pequeno. rs..

    Pois é, ainda não compreendo o que houve com a emissão de passaporte de vocês, ou mesmo a minha. Mesmo conseguindo emitir o meu (que só fica pronto semana que vem), você viu a canseira né? E o bobo aqui ainda tratando o puto (desculpe o termo) da PF com educação e cordialidade… É difícil ser cordial por aqui…

    Chega de reclameira, vamos caminhando e já já estaremos juntos na terrinha!

    Abraços!

    • Viviane diz:

      Bem, julho é o que eu gostaria…. Não sei se vai dar certo. Não sei se estou sendo otimista demais pensando que o processo pode durar apenas um ano…

      Realmente esse esquema de guardar dinheiro é bem desgatante. Eu e o Dani ja deixamos de comprar uma série de coisas e desistimos de viajar pro exterior no ano passado, tudo em prol de um objetivo futuro.

      Eu na verdade tenho medo da entrevista. Apesar de não ter lido ainda de pessoas que falharam confesso que tenho medo do meu histórico escolar e da falta de fluência do Dani pesarem muito na nossa avaliação. Esse medo só vou perder depois que passarmos da entrevista mesmo. E eu quero mesmo mandar a documentação o mais rápido possível. Pra saber logo se esta tudo certou ou não. Porque se não estiver eu vou dar um jeito de fazer ficar o quanto antes.

      Isso mesmo, daqui a pouco estaremos todos lá fazendo nossa primeira aula de hockey!

  2. Nossa, Vivi! Que bom que vai rolar de vocês já começarem a economizar mais já antes da entervista… Tá certo que morar com mãe não é nenhum sonho de consumo, mas temos que fazer isso aí que o Felipe falou, “pensar que é por um bem maior”.

    E puxa vida, hein? Julho de 2012 é uma ótima perspectiva! Quem dera fosse a nossa também! =D

    Beijos,
    Lídia.

    • Viviane diz:

      Pois é Lídia, vamos juntar o útil ao agradável nessa história de morar com a minha mãe. Acho que vou curtir esse ano de patricinha. Sério, chegar em casa, ter comida pronta e roupa passada no guarda-roupa não tem preço kkkkkkkkkkk.

      Quando vocês estão pensando em ir? Sera que estou sendo muito otimista pensando que o processo pode durar apenas um ano? Rs!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s